sexta-feira, 15 de novembro de 2019

A arte de celebrar



Eu sempre acreditei que tudo na vida tivesse um propósito maior do que as coisas em si.
Como seres espirituais que somos, o que quer que fosse que nos propuséssemos a fazer nesse plano terreno seria um meio de nos transformar em seres melhores.

Do ponto de partida ao “ponto de chegada”: o crescimento e a transformação.
Se tem algo que a escolha pelo concurso veio me ensinar enquanto ser humano é saber compreender o tempo da vida, a colocar persistência na rotina. Treinar a esperança.
Mas sabem o que talvez seja o mais difícil nessa trajetória? É perceber a grandeza das pequenas vitórias. É perceber as conquistas e aprendizados no meio do caminho.
Nós queremos logo o topo. Se o resultado não for o nome na lista, o sentimento de fracasso toma conta de nós. E assim, muitas vezes, não percebemos o quanto já avançamos do ponto A ao ponto B.

Aprenda a celebrar, disse o coach.

Entre os diversos sentidos de celebrar, do latim celebrare, dois me chamaram a atenção: trazer à memória e festejar o mérito.
Trazer à memória no sentido de olhar pra trás. Você pode não ter chegado lá ainda, mas a celebração te convida a vibrar por cada passo que já deu até aqui.
E festejar o mérito, no sentido de que você está exatamente onde se coloca. Parece duro dizer isso. Mas veja quanto empoderamento essa percepção te traz.
Acho que isso resume bem a filosofia de Daisaki Ikeda: “com amor e persistência tudo é possível”. Amor com você mesmo, para compreender e aceitar o seu tempo, e persistência para seguir adiante, na certeza de que, lá do outro lado, o encontro será com você mesmo mesmo, na sua melhor versão, e essa será sua grande vitória. Afinal, "evolução não é chegar mais alto, mas sim chegar mais perto, mais perto de si mesmo", do seu propósito e da sua essência.

Paola Tuzani. Professora, concurseira e apaixonada pela vida

quinta-feira, 7 de novembro de 2019


CONCURSEIRO HOLÍSTICO

Dizem que o preço de qualquer coisa é a quantidade de vida que você troca por ela.



Eu sempre vivenciei o conflito entre uma vida hedonista e até que ponto a prática da austeridade era necessária. Eu sempre tive mil planos para depois da tão sonhada posse, afinal, quem não os tem? São eles que, pendurados na nossa parede ou anotados em nosso caderno, nos dão a motivação para continuar após um dia ruim e até para insistir na estatística inferencial. (tem que ter muita vontade de conhecer as Maldivas, pra lidar com covariância, eu digo).
Só que eu também queria viver o agora. Afinal, quem não quer? “Mas eu não sou todo mundo, já dizia minha mãe”.

Cheguei a um acordo comigo mesma. Eu fico em cima do muro, simples assim. (A teoria comportamental chama de equilíbrio. Buda chamou de o caminho do meio.)

Eu evoluo sorrindo.       

Eu danço na chuva.       

Se sábado à noite não vai ser de balada, Zanella de Pietro será minha mais doce companhia.  

O processo precisa ser prazeroso. Você precisa curtir o processo e alegrar-se enquanto carrega os tijolos do seu castelo. E então você poderá permitir-se viver plenamente o agora, enquanto trabalha arduamente o futuro. Tal qual a natureza (que vai ser sempre a lei maior, acredite você ou não). Começa semente até se tornar árvore, mas nesse meio tempo, em cada estação, é sombra, fruto e flor. A evolução é cíclica e em espiral.

Um dos meus autores preferidos, Hal Elrod, diz algo que eu carrego como um mantra: “A pessoa que você está se tornando é muito mais importante do que o que você está fazendo, mas é o que você está fazendo que determina a pessoa em que você está se tornando”.

Eu queria ter falado de holística, perdi-me no caminho. Perdoem-me o lapso.

Paola Tuzani. Concurseira, professora e apaixonada pela vida.

sexta-feira, 18 de outubro de 2019

VERDADE GENUÍNA

Ação e Atitude. 
Num primeiro momento parecem coisas iguais, mas são muito diferentes.        
A ação é o ato em si. A atitude é uma postura interna que qualifica o ato. A atitude dota o ato de força e energia.
Como bem disse Von Goethe: Quando uma criatura humana desperta para um grande sonho e sobre ele lança toda a força de sua alma, todo o universo conspira a seu favor”.

Atitude seria, então, essa força da sua alma. Uma verdade genuína que te conduz, que orienta as suas ações para um propósito, que te permite clareza, foco e comprometimento.     

Tenha em mente que o primeiro passo nessa trajetória de concurseiro, talvez o mais importante, seja a sua postura interna, a sua representação mental do que todo o processo significa para você. “Representações mentais comandam comportamentos”.
Se você for capaz de olhar para esse processo com leveza, ele será leve. Se você for capaz de perceber que se trata mais de transformação do que de aprovação, então vai ser transformador.
Uma vez o coach (JR) disse para eu sair da mentalidade de concurseiro. Sabe aquelas “sementes”..? Olhar pra mim como concursada. Ver a auditora que eu já sou e permitir que ela comande e oriente. Sentir como ela sentiria. Pensar como ela pensaria. Agir como ela agiria.
Ser pra ter.
Assim o fiz. Peguei um livro de civil e fiz uma dedicatória pra mim mesma, em nome dela. No começo parece algo distante, engraçado e até surreal. Mas, eu te afirmo: não tem um dia sequer em que eu não olhe pro espelho e ela me sorri de volta.

Experimente! Permita-se ser guiado pela melhor versão de você mesmo. Seja o seu próprio guia.
Que a sua atitude seja igual a de Michelangelo, que via anjos no mármore e o esculpia até libertá-los.
Vista seu crachá,
Vista seu uniforme,
E viva a sua verdade genuína.

Paola Tuzani. Professora, Apaixonada pela vida e Auditora (porque essa é minha verdade, já combinada com o universo, e o tempo de manifestação é mero detalhe da existência)



quinta-feira, 17 de outubro de 2019

SAIU O EDITAL!





Fiscal Tributário do Município de Osasco – SP

Ótima oportunidade para quem prestou o concurso de Fiscal Municipal de Guarulhos -SP.

Requisito: Diploma de curso superior em qualquer graduação.
Será ofertada 14 vagas para ampla concorrência + 01 PCD (Portador de Deficiência)
Vencimentos: 4.968,92 + Participação.
Carga Horária: 40 horas
A banca realizadora do certame é Fundação Vunesp - Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”
A inscrição deverá ser efetuada, das 10 horas de 25.10.2019 às 23h59min de 25.11.2019, exclusivamente pela internet no site www.vunesp.com.br
Taxa de inscrição: R$ 82,20
As provas serão realizadas no dia 22 de dezembro de 2019, no período da tarde.  As provas terão a duração de 03 horas e 30 minutos.
Mínimo para aprovação: igual ou superior a 50 pontos na prova (fórmula de pontos no edital) e não zerar os componentes de Língua Portuguesa, Matemática, Atualidades, Noções de Informática e Conhecimentos Específicos).

Matérias:                  
Língua Portuguesa – 10 questões
Matemática – 10 questões
Atualidades – 05 questões
Noções de Informática - 05 questões
Conhecimentos Específicos - 30 questões 
- Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito Civil, Direito Empresarial, 
Direito Tributário, Direito Penal, Contabilidade Geral, Legislação do Município de Osasco.

Faça a reta final com a equipe da Oficina da Aprovação e seja o próximo aprovado.

Coaching e Mentoria para provas e concursos
                                    
                                                                           http://mentoria.oficinadaaprovacao.com.br
                                                                       

terça-feira, 15 de outubro de 2019

MAIS DE R$ 30 MIL MENSAIS E ESTABILIDADE


Carreira com oportunidade para qualquer graduação vira opção para muitas pessoas

A taxa desemprego aumentando e a concorrência no mercado de trabalho crescente gera uma grande insegurança para os trabalhadores brasileiros.

O fantasma da demissão assombra a cabeça de muita gente hoje em dia. Para piorar a situação, a economia continua desaquecida, diminuindo a possibilidade de realocação no caso de desligamento involuntário.

Mas, há algumas alternativas que as pessoas desconhecem. Uma delas é a carreira pública. Dependendo da escolaridade da pessoa, os salários superam 30 mil reais.

Ficou interessado?

Vou dar o exemplo do cargo de Auditor-Fiscal da Receita Federal. É um cargo que compõe as Carreiras de Estado, o que aumenta ainda mais a segurança dos seus componentes.

Mas o que precisa para ser Auditor-Fiscal da Receita Federal?

Primeiro, é preciso que o candidato tenha graduação, em qualquer área, mesmo que seja tecnóloga.

Isso mesmo: qualquer graduação.

Segundo, é necessário fazer uma seleção a nível nacional (provas).

Terceiro, ser aprovado no concurso. Após isso, o salário supera os 30 mil reais no final de carreira, o que acontece com 10 anos no cargo.

Talvez, você esteja pensando:

Como consigo esta oportunidade de vida?

Eu não sei nem como começar!

Eu te oriento buscar ajuda para não ficar perdido ao longo do caminho.

Mas como conseguir isso?

A contratação de um profissional de Coaching e Mentoria para concursos é o que a grande maioria dos candidatos fazem para aumentar as suas chances de aprovação.

Mas onde contrato um Coaching/Mentor para mim?

A Oficina da Aprovação é uma empresa especializada em preparação para provas e concursos. Ela possui uma equipe de Coaches e Mentores que já proporcionaram o sonho da aprovação de muitas pessoas. É composta por Auditores Fiscais que disponibilizam seu tempo, experiência e conhecimento para preparar as pessoas para serem aprovadas no próximo concurso de Auditor-Fiscal da Receita Federal e outras áreas afins, por exemplo.

Entre em contato no whatsapp abaixo e saiba mais sobre o projeto.
(11) 988443899


Compartilhe com seus familiares e amigos

Concurso PF (Polícia Federal)

Concurso  PF (Polícia Federal): solicitação segue em análise


Pedido do concurso PF (Polícia Federal) é para 3.460 vagas, destinadas para diversos cargos. Salários de até R$ 7.841,95 mais benefícios

O novo concurso PF (Polícia Federal) segue em planejamento. Desde 30 de maio tramita, no Ministério da Economia, um pedido para liberação de verbas para o preenchimento de 3.460 vagas, em diversos cargos. A expectativa é de que alguma novidade seja divulgada o quanto antes, uma vez que o próprio ministro da justiça, Sergio Moro, pediu ao Ministério da Economia que o orçamento previsto no Projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) seja revisto e ampliado. De acordo com ele, o total de R$ 2,61 bilhões apresentados pelo Ministério da Economia representa um corte de 32% no total referente a 2019. Segundo Moro, para que os trabalhos do Ministério da Justiça não sejam comprometidos é necessário um acréscimo de R$ 3,71 bilhões ao total indicado no PLDO. O quantitativo é importante, inclusive, para viabilizar a contratação de pessoal, seja por meio da convocação de remanescentes do último concurso quanto pela realização de novo certame. Novas informações poderão ser confirmadas em breve.

Vale lembrar que o próprio presidente Jair Bolsonaro, em 22 de junho, citou a PF como exceção da política de contenção de gastos com pessoal anunciada recentemente pelo ministro da economia Paulo Guedes. "Paulo Guedes determinou que poucas áreas terão concurso, porque não tem como pagar mais. O problema é esse. A gente até gostaria, em uma área ou outra. Abri uma exceção para a Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal", disse.

Das oportunidades solicitadas, 3.103 são para diversas áreas da carreira da PF não especificadas e mais 357 para cargos da área administrativa, com o objetivo de garantir o preenchimento de postos no período de 2020 a 2022. No caso da área administrativa, do total de oportunidades, 234 são para quem possui apenas ensino médio e 123 para cargos de nível superior, já definidos, com remunerações iniciais que variam de R$ 4.746,16 a R$ 7.841,95. 

Concurso PF: cargos solicitados

No pedido de liberação de verbas do concurso PF (Polícia Federal), para os cargos já definidos da área administrativa, o destaque é para a carreira de agente administrativo, que pede apenas ensino médio e conta com remuneração inicial de R$ 4.746,16, incluindo 2.279,16 de salário básico e R$ 2.467 de gratificação de desempenho de atividade de apoio técnico administrativo.

Para quem possui nível superior, o pedido para o concurso PF é para 18 vagas de administrador, 8 de arquivista, 14 de assistente social, 9 de contador, 2 de enfermeiro, 1 de farmacêutico, 62 de médico e 9 de psicólogo.

Para todos estes cargos, exceto médico, a remuneração é de R$ 5.776,47, incluindo salário básico de R$ 2.402,74 e gratificação de atividade de apoio técnico administrativo de R$ 3.374.

Para os médicos, o inicial é de R$ 7.841,95, incluindo o salário básico de R$ 4.804,95 e a gratificação, no valor de R$ 3.037.


Projeto pode gerar mais contratações na PF (Polícia Federal)

Um novo projeto de combate ao tráfico de entorpecentes e armamentos nas fronteiras, que será apresentado ainda este ano ao Congresso Nacional pelo ministro da Justiça Sérgio Moro poderá tornar necessária a realização de novo concurso PF. De acordo com notícia divulgada pelo jornal O Globo, com a proposta deverá ser criado um escritório de inteligência integrado, que deve reunir agentes da PF, Polícia Rodoviária Federal e Forças Armadas, além de representantes das polícias locais.

Segundo o vice-presidente da Associação Nacional dos Delegados da PF (ADPF), Luciano Leiro, a criação do escritório de inteligência reforça a necessidade de futura contratação de mais servidores. “Mesmo com a nomeação de mil aprovados no último concurso o déficit continua grande, quase um terço do seu efetivo. Além dos cargos já desocupados teremos as aposentadorias, uma média de 300 para este ano e mais 300 para 2020. É necessário que haja pelo menos a convocação de mil policiais por ano. Com a criação do escritório a situação se agrava ainda mais”, disse.

Segundo dados da instituição, a PF conta com uma necessidade de pelo menos 4.500 servidores, principalmente para a carreira de agente.

Independência do concurso PF

Vale lembrar que, de acordo com o decreto 9.739, de 28 de março, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro, a PF (Polícia Federal) não precisa de autorização do Ministério da Justiça para realizar um novo concurso público. 

No caso da PF, a liberação de novos concursos fica sob a responsabilidade do diretor-geral do órgão, podendo ocorrer sempre que a necessidade atingir 5% do quadro de pessoal ou em caso de menor percentual, de acordo com determinação do Ministério da Justiça e Segurança Pública. 

Último concurso PF (Polícia Federal)

Iniciado em 2018, o concurso PF anterior contou com uma oferta de 500 vagas, sendo 150 para delegado, 60 para perito criminal, 80 para escrivão, 30 para papiloscopista e 180 para agente. Ao todo, a seleção registrou 147.744 inscritos. Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com iniciais de R$ 11.983,26 para agente, escrivão e papiloscopista e R$ 22.672,48 para delegado e perito. Recentemente foi autorizado pelo Governo, a contratação de 1.000 aprovados no último concurso Polícia Federal, com a expectativa de aproveitamento de todos os aprovados.

No ano de 2013, outro concurso da Polícia Federal foi realizado e ofereceu 566 vagas, sendo 534 para agente administrativo, com opções em todos os estados. Para nível superior, as oportunidades foram para o Distrito Federal. A banca organizadora foi o Cespe e a prova objetiva contou com 120 itens para todos os cargos, sendo 50 sobre conhecimentos básicos e 70 de conhecimentos específicos, além de prova discursiva para os cargos de nível superior.

Para agente administrativo, a parte de conhecimentos básicos contou com temas sobre língua portuguesa, noções de informática, raciocínio lógico, atualidades, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional.

Para os cargos de nível superior, a parte de conhecimentos básicos versou sobre língua portuguesa, raciocínio lógico, noções de informática, noções de direito administrativo e noções de direito constitucional


Sobre PF - Polícia Federal

A Polícia Federal tem origem em 10 de maio de 1808, quando a Intendência-Geral de Polícia da Corte e do Estado do Brasil foi criada, por D. João VI. O órgão tinha as mesmas atribuições que tinha em Portugal. Com o decreto 6.378, de 28 de março de 1944, a antiga Polícia Civil do Distrito Federal, que funcionava no Rio de Janeiro, no governo de Getúlio Vargas, foi transformada em Departamento Federal de Segurança Pública (DFSP), subordinado ao Ministério da Justiça e Negócio Interiores. Posteriormente, em 13 de junho de 1946, com o decreto-lei 9.353, foi atribuída competência ao DFSP, em todo território nacional, para serviços de polícia marítima, área de fronteiras e apurações de diversas infrações penais.

Fonte do conteúdo adaptada: jcconcursos.uol.com.br

segunda-feira, 7 de outubro de 2019

Auditor Interno do Município de Indaial – SC

Auditor Interno do Município de Indaial – SC


Requisito: Diploma de curso superior em Administração ou Contabilidade ou Gestão Pública ou Economia, com registro no respectivo órgão de classe.



Será ofertada 01 vaga para ampla concorrência + cadastro reserva

Vencimentos: R$ 6.569,77.

Carga Horária: 40 horas

A banca realizadora do certame é IBAM - Instituto Brasileiro de Administração Municipal

Será admitida inscrição via internet, através do site: site www.ibam-concursos.org.br, solicitada de 25 (vinte e cinco) de setembro a 21 (vinte e um) de outubro de 2019.

Taxa de inscrição: R$ 120,00

As provas serão realizadas no dia 10 de novembro de 2019, no período matutino. As provas terão a duração de 03 (três) horas.

Mínimo nas disciplinas de 50% dos acertos

Matérias: 

Língua Portuguesa – 20 questões – Peso 1,0

Legislação Constitucional e Municipal – 10 questões – Peso 1,0

Contabilidade Geral – 30 questões – Peso 2,0

Auditoria no Setor Público – 

Administração Financeira e Orçamentária

Controle Interno

Noções de Administração

Economia

Direito Constitucional

Direito Tributário
Equipe oficina da aprovação

Faça o reta final com a equipe da Oficina da Aprovação e seja o próximo aprovado.

Coaching e Mentoria para provas e concursos.

Oficia da aprovação